sábado, 24/02/2024
HomeCulturaPara encerrar projeto de artes visuais de Ana Ruas, crítico de peso...

Para encerrar projeto de artes visuais de Ana Ruas, crítico de peso visita Capital

Data:

Paulo Klein é amplamente conhecido no cenário

Se algumas movimentações culturais parecem carecer de movimento em Campo Grande, isso dificilmente é o caso dos projetos capitaneados pela artista plástica Ana Ruas, que encerrou nesta semana “Artes Visuais em MS – Campo Aberto”. Para fechar com chave de ouro, ela recebeu Paulo Klein, crítico e curador de arte de São Paulo, amplamente conhecido no cenário das artes brasileiras desde a década de 70. São mais de 40 anos atuando para disseminar e valorizar a nossa arte.

Nesta terça-feira (15), o Midiamais bateu um papo com Paulo, que teceu elogios ao projeto e ainda falou do seu vínculo com a arte sul-mato-grossense. “Nessa visita avaliaremos o impacto na comunidade do último projeto de Ana Ruas e ao final, elaboraremos um texto crítico comentando sobre o seminário e seus reflexos na arte local e sua repercussão nacional”, afirmou.

Paulo conhece nossa cultura de perto, e cita alguns artistas que fazem parte da história de MS como um todo, como Humberto e Tetê Espíndola. Ele esteve por aqui muitas vezes antes da divisão do Estado, e sua última visita foi no ano passado. “Eu vim (em 2016) para falar sobre as Bienais de Arte de São Paulo e foi muito bacana. Foi um evento com muita gente onde eu pude trazer uma visão sobre o assunto, desde as primeiras bienais. Quando eu vim pela primeira vez, foi a Cuiabá antes da divisão a convite de Aline Figueiredo (crítica de arte) e do Humberto Espíndola. Ainda jovem tive uma imersão importante na produção do que eles chamavam de região Centro-Oeste”, relembra o crítico.

O projeto de Anas Ruas, que contemplou um seminário em março, na etapa “Artes Visuais em MS – Campo Aberto”, que iniciou em abril e foi concluída em julho, promoveu ainda oficinas sobre intervenções voltadas a adolescentes. A iniciativa foi contemplada no Fundo de Investimentos Culturais (FIC), pela Secretaria de Cultura e Cidadania (SECC). Agora, tem essa etapa finalizada com a colaboração de Klein.As atividades foram realizadas em lugares de grande fluxo de pessoas. No total, foram realizadas 6 oficinas sobre Intervenções pictóricas, pintura mural e 4 oficinas sobre instalações para alunos que na maioria das vezes, tem pouco contato com arte contemporânea. Até setembro, Ana Ruas ainda realiza etapas restantes do projeto.

Fonte: MidiaMax

spot_img
spot_img