sábado, 24/02/2024
HomeCidadesParceria do CAU/MS e O Mediador possibilita conciliação online

Parceria do CAU/MS e O Mediador possibilita conciliação online

Data:

Em iniciativa inovadora, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso do Sul traz para o Estado a plataforma O Mediador, do Grupo Reclame Aqui. Lançada há um ano, a ferramenta possibilita a realização de conciliações online e tem obtido êxito nas conciliações realizadas.

Reunião - O Mediador - Conselheiros dialogaram com Carlos Savoy e Carlos Stumpo
Reunião – O Mediador – Conselheiros dialogaram com Carlos Savoy e Carlos Stumpo

O Termo de Cooperação Técnica e Cultural foi aprovado 68ª Reunião Plenária, em julho, e será utilizado como auxílio na resolução dos processos éticos. Conselheiros e colaboradores do CAU participam até quarta-feira (16) de um treinamento realizado pelo responsável de operações da plataforma, Carlos Savoy.

O coordenador da Comissão de Ética e Disciplina (CED/MS) e vice-presidente do CAU/MS, Eymard Ferreira, explicou que esta iniciativa poderá ser aplicada como um projeto piloto para os demais CAU/UF. “Também será muito importante o aprimoramento dos conselheiros diretamente ligados aos procedimentos de conciliação realizados na CED/MS”.

O Reclame Aqui recebe cerca de 30 mil relatos de consumidores por dia. O CEO (diretor executivo) do O Mediador, Carlos Stumpo, conta que a ideia foi do amigo Maurício Vargas, há dez anos, com a proposta de um método independente de resolver conflitos. “Com a Lei de Mediação (nº 13.140/2015), conseguimos ter essa base para mostrar às pessoas que elas podem resolver seus próprios problemas de forma mais simples, podem mudar a postura de esperar que alguém mais capacitado faça isso por elas”.

O CAU será habilitado para instalar, na sede da capital e na subsede em Dourados, a estrutura adequada para a realização de conciliações e mediações à distância, e para uso da plataforma do O Mediador. “O nosso principal desafio é aliar a tecnologia com a adesão da sociedade, abrir esse diálogo entre os envolvidos e fazê-los entender que a mediação é a resolução de conflitos de forma consensual”, diz Stumpo.

As conciliações são realizadas por videoconferência, áudio conferência ou chat e podem ser coletivas ou individuais. Savoy acredita que a iniciativa será benéfica para todos. “Futuramente, queremos identificar os principais pontos da demanda de processos do CAU e realizar seminários sobre técnicas de negociação com os arquitetos, para que possam evitar futuros problemas”. O CAU/MS estima que as conciliações sejam realizadas a partir de setembro deste ano.

Fonte: Assessoria

spot_img
spot_img