sábado, 24/02/2024
HomeDestaqueProposta do governo de 2,94% é rejeitada pelos servidores da saúde

Proposta do governo de 2,94% é rejeitada pelos servidores da saúde

Data:

Os servidores da rede estadual de Saúde rejeitaram a proposta do governo, que ofereceu 2,94% de reajuste, e decidiram, em assembleia, na tarde desta quarta-feira (19), prosseguir com as negociações salariais.

No último dia 3, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ofereceu 2,94% a ser pago somente no mês de outubro.

Conforme o SINTSS/MS (Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social do MS) a base dos profissionais entendeu que 2,94% ‘é muito pouco’ e que é preciso avançar. “Caso a proposta do governo do estado seja ruim, vamos prosseguir com protestos e mobilizações junto à categoria, e já temos a data do dia 11 de agosto para nova Assembleia Geral”, pontuou Ricardo Bueno, presidente do SINTSS/MS.

No encontro de hoje, que ocorreu no pátio do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, foi decidido que é preciso criar alternativas de negociação salarial, como, por exemplo, aumentar o valor da produtividade SUS, além, segundo o sindicato, de acelerar a entrega da minuta do Plano de Cargos, Carreira e Salários da categoria para o mês de agosto.

Em busca de uma solução para o impasse, a direção do sindicato anunciou que vai apresentar ao governo do estado as propostas aprovadas em sua assembleia geral estadual, como aumento da produtividade SUS, alegando que o governo tem o dever de gastar 12% de seu orçamento em saúde e que atualmente, ‘pouquíssimo’ estaria sendo gasto com folha de pagamento, além de buscar celeridade no processo do plano de cargos, que foi acordado com o poder executivo nas negociações do ano passado, para ser concluído até o mês de maio de 2017, data-base da categoria.

Topmidiams

spot_img
spot_img