Corporação em MS diz que utilizou ao todo 900 mil litros de água e faz o rescaldo nesta quarta-feira (16), retirando também todo o lixo acumulado.

O Corpo de Bombeiros encerra, nesta quarta-feira (16), o combate ao incêndio que atingiu o mercado atacadista localizado na avenida Duque de Caxias, em Campo Grande. Neste momento, segundo o tenente-coronel Fernando Carminatti, ocorre um trabalho de rescaldo e também de retirada de lixo acumulado.

“Os focos de incêndio já estão todos extintos. O último local que ainda persistia usamos maquinário para romper uma parede, principalmente porque eram focos que se estendiam há vários dias. Então, foi necessário, para fazermos o combate direto e agora ocorre o rescaldo e a retirada de tudo o que está ali dentro. Tem muito material acumulado”, afirmou Carminatti.

O delegado Bruno Urban, titular do 7° Distrito Policial, diz que o inquérito já foi instaurado para investigar as causas do incêndio. Durante esta manhã (16), a perícia está atuando no local, porém, apenas nos espaços já liberados pelos bombeiros. A previsão é que o trabalho dos peritos se estenda pelos próximos 7 dias.

Entenda o caso

Um incêndio de grandes proporções atingiu o supermercado atacadista Atacadão localizado na avenida Duque de Caxias em Campo Grande na tarde de domingo (13).

Em nota, o supermercado disse que logo que o fogo começou que a brigada de incêndio da unidade atuou para esvaziar a loja. Disse ainda que ninguém ficou ferido e que está à disposição das autoridades para colaborar para a apuração do caso.

Atacadão na manhã desta segunda-feira: fogo controlado, risco de desabamento e muita fumaça — Foto: Chico Gomes/TV Morena

Em algumas imagens divulgadas em redes sociais é possível ver funcionários do atacadista tentando apagar o fogo com uma mangueira, enquanto as chamas se alastram pelas prateleiras de produtos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a unidade foi acionada por volta das 17h30. Várias equipes foram empenhadas no combate ao incêndio, inclusive, um caminhão tanque com 10 mil litros de água.

Unidades de combate a incêndio da Infraero e da Águas Guariroba deram apoio aos bombeiros no local. O fornecimento de energia elétrica do prédio foi desligado pela concessionária.