Economia será 1.300,48 MWh/ano, suficiente para abastecer por 10 dias uma cidade do tamanho de Chapadão do Sul.

A concessionária que fornece energia elétrica a 74 municípios no estado, Energisa, finalizou as melhorias realizadas nos sistemas de iluminação, condicionamento de ar e refrigeração de seis instituições de saúde, localizadas no interior e em Campo Grande.

São elas: Sociedade Amigos de Amambai e Hospital Municipal São Sebastião, em Tacuru, Associação Beneficente de Rio Brilhante, e na capital, Hospital Evangélico, Associação Pestalozzi e Hospital Regional.

A iniciativa faz parte do Programa de Eficiência Energética, da Energisa, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que prevê a substituição de equipamentos antigos por novos, aptos ao consumo mais eficiente de energia elétrica. Um exemplo está na troca de lâmpadas e luminárias tradicionais pelas de alta eficiência, que gastam menos e duram mais.

“A meta desse programa é acabar com o desperdício de energia”, explica Marcelo Vinhaes, diretor-Presidente da Energisa, que acredita que o momento é de extrema importância para voltarmos a atenção à saúde pública. “Os trabalhos começaram no ano passado e transcorreram dentro do prazo previsto, mas tínhamos expectativa que os resultados chegassem logo à sociedade, até como uma forma de contribuir com o atendimento hospitalar nesse período de pandemia”, explica.

Ao todo, foram substituídas 3.574 luminárias e lâmpadas, 34 equipamentos de refrigeração, entre geladeiras, frigobares e freezers; além de 195 condicionadores de ar, que foram trocados pelos de modelo split com tecnologia inverter com Selo Procel de Economia de Energia – que atesta sua eficiência.

As melhorias realizadas somam R$ 2,2 milhões de investimento e a previsão é de economizar 1.300,48 MWh/ano, o suficiente para abastecer por 10 dias uma cidade do tamanho de Chapadão do Sul.

Fonte: G1 MS